Sérgio Manuel Bernardo Gaspar Pinto

12 de agosto de 1981 - 16 de março de 2015

Idade: 33 anos
Naturalidade: Oeiras e São Julião da Barra, Oeiras
Residência: Municipal de Oeiras
Celebração: 23-Mar-2015 - 09:00
Funeral: 23-Mar-2015 - 10:00
Cemitério: Municipal de Oeiras

Encomendar Flores
Sérgio Manuel Bernardo Gaspar Pinto

12 de agosto de 1981 - 16 de março de 2015

Idade: 33 anos
Naturalidade: Oeiras e São Julião da Barra, Oeiras
Residência: Municipal de Oeiras
Celebração: 23-Mar-2015 - 09:00
Funeral: 23-Mar-2015 - 10:00
Cemitério: Municipal de Oeiras

Encomendar Flores

Deixe a sua homenagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

64 Homenagens

  1. Até Sempre


    «Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar…
    Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim aprender a amar o que nos foi dado.
    Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre.»

  2. Ana leal

    Descansa em paz

  3. Nuno Lança

    Meus sentimentos.muita força.abraço

  4. Ana Roque

    Força, muita coragem.

  5. Ana Paula Amaral Pinto

    Força coragem

  6. Carmen Cordeiro

    Os meus sentimentos para a família.

  7. Cristina Sousa

    Muito jovem. SENtimentos e força para a familia

  8. Cristina Botelho


    Meu querido, quem vai ficar agora a aturar-me até ás 3 da manhã? Com quem é que eu vou rir? Chorar? A quem é que eu ligo quando quiser falar contigo… Levaram o meu menino assim sem mais nem menos, não é justo!!!! Não se faz isto a ninguém, não consigo, nem quero acreditar….

  9. João Matos

    Força para a família neste momento de dor

  10. Maria Violante Cesar Alvanel

    Os meus sinceros sentimentos.

  11. Millie Batista

    Os meus sentimentos. Beijinhos

  12. Alice Roque

    Força, muita coragem.

  13. Sandra Cadimas

    Força Amiguitos, ele estará sempre a olhar por vós.bjinho grande

  14. Lucilia Almeida

    Descansa e paz,

  15. Alice Viana

    Paz a sua alma

  16. Raquel


    sei que não vais ler isto, mas sabes ? eu hoje estou por tudo, sinto-me mal, mal ? mal é pouco .. oq vou fazer neste Verão ? com quem é que vou para a praia ou mesmo para a piscina ? com quem é que vou dar as melhores risadas ? com quem é que vou desabafar sempre que preciso ? com quem é que vou rir até não puder mais ? diz-me .. pois, esqueci-me levaram-te para um mundo onde não podes comunicar comigo não é ? diz-me .. porquê que teve de ser assim ? .. porquê que me deixas-te desta forma ? .. porquê que um dia mais tarde não te posso apresentar aos meus filhos/as ? .. porquê ? .. com quem é que vou fazer os melhores disparates ? \’\’ Raquel, levanta-te, anda-me ajudar \’\’ quem é que me vai dizer isso novamente ? .. pois claro que pode ser outra pessoa, mas contigo tudo era diferente, tudo era melhor, tudo tinha cor, e agora ? agora estou sem ti, pois, realmente deveria ter-te dado mais valor, realmente deveria ter evitado certas discussões, deveria ter-te abraçado mais, e ter-te dado mais mimos, mas doq vale isso agora ? agora só me resta lembranças .. lembranças das quais eu nunca me esquecerei, volta .. vamos voltar a construir castelos de areia, vamos voltar a rir juntos, deixa-me abraçar-te nem que seja pela última vez, deixa-me dar-te carinho, deixa-me dizer o quanto eu gosto de ti, o quanto és importante pra mim, porquê agora ? .. porquê que foste tu ? .. porquê caramba ? .. porquê ? .. como vai ser este Verão ? como vai ser o Verão sem ti ? .. sem o jogo das cartas pra ver quem é que pagava algo ? .. sem o teu riso ? .. sem os teus abraços ? .. sem o teu carinho ? .. porra .. isto está a custar imenso .. não te consigo dizer nada .. desculpa alguma coisa, mas sabes que tens sempre um espaço no meu coração, sabes perfeitamente o quanto gosto de ti, e o quanto me fazes falta, apesar de não o demonstrar, olha ? não te digo adeus, porque sei que é um até já, amo-te e guarda um lugar bem pertinho de ti, olha por mim ai de cima.

  17. Gracinda Neves

    R I P

  18. Esmeralda

    Os meus sentimentos

  19. Anabela Sousa

    Os meus pêsames força

  20. Ana Fernandes

    Os meus sentimentos

  21. Joao Paulo

    Os meus sentimentos…

  22. Paulo Duarte

    Os meus sentimentos

  23. Maria Lusiete

    Luz e paz

  24. Mafalda Pedreira

    Ficam as lembranças daquele a quem eu chamava de irmão, aquele que mesmo não entendendo respeitava as minhas decisões,aquele que apenas me dizia \”vive para seres feliz um dia\”,aquele em que em muitos 25 de Dezembro eu era a companhia numa curta viagem até ao autocarro, aquele em que fiz questão que os meus filhos o amassem,e agora deixas-me sem reação! Já não consigo cumprir aquilo que te prometi no passado sábado,ficaste sem conhecer a princesa! Como é que vou explicar a tua ausência ao Francisco e ao Rafael? Ainda está difícil de acreditar! Quando somos miúdos fazemos planos,temos sonhos e não me recordo de nenhum desses sonhos ficar sem ti tão cedo! Tantos abraços que ficaram por dar,risadas,… e agora?!? Sabes que preciso de ti! Ficamos com uma conversa inacabada! \”O mundo não é de justos\”,quantas e quantas vezes me dissestes isto,e só hoje consigo concordar contigo,não é justo passarmos por tanta coisa e quando aparenta que podemos viver felizes retiram, sem fazer qualquer sentido,pessoas que nos fazem falta! O céu sem sombra de dúvida ganhou mais uma estrela das grandes, quanto a mim perdi aquele que eu chamava de irmão, aquele que sempre que o recordar vai fazer-me sorrir,aquele que tinha um coração de ouro,aquele a quem a vida lhe pregou grandes partidas e nas quais venceu grandes batalhas! Vou recordar-te sempre com um enorme orgulho,como não gosto de despedidas não é um adeus mas sim um até já!

  25. Irene Borges

    A vida e assim ninguém esta a espera era um bom. Menino que deus o tanha

  26. José Carlos Bernardo


    De certeza que foi um dos muitos momentos felizes que passaram juntos,momentos esses que devem ser recordados com a mesma felicidade com que os viveram.

  27. Ana Costa

    Devia ter ficado mais tempo connosco. Muito mais tempo… Sentidos pesâmes à familia

  28. Maria Fernanda

    Partiste cedo demais… Descansa em paz Sérgio

  29. Luisa

    Ainda agora foste e já estou com saudades tuas. Amanhã vou despedir-me de ti e não me conformo….

  30. Silvia Freitas

    Obrigada por tudo. Sentimentos

  31. Sandra Cadimas

    Paz á sua Alma, sentidos pêsames a toda a familia, Força Amigos Rodolfo, Maria e Bernardo 🙁

  32. Florbela Pereira

    Os meus sentimentos e muita força. Bjs

  33. Verónica Monteiro

    Os meus sentimentos

  34. Bernardo Pinto


    Padrinho nem sem o que dizer sobre os nossos momentos, foste quem me deu todo o apoio obrigado por tudo, pelas risadas, pelos momentos em que nao sabia o que fazer e vinhas com os teus conselhos. Isto nao é um adeus mas sim um ate ja porque sei que estas sempre vivo no meu coraçao, ATE JA AMO-TE TIO <3

  35. Segovia

    Os meus sentimentos para a família.

  36. Cesaltina Tavares Fernandes

    Um adeus forçado a um amigo, colega e acima de tudo um raio de sol que entrou nas nossas vidas e precocemente nos deixou. As nossas mais sinceras condolências de toda a minha Família. Ciao Sergio

  37. victor lopes e paula cristina

    os meus pêsamos a toda a familia,paz a sua alma.

  38. Cátia Cariço

    Muita força a toda a familia.

  39. Artur Cunha e Sandrina Alves

    Os nossos sentimentos a toda a família. Muita força Rodolfo,Maria João e Bernardo.

  40. Luís Gaspar Pinto ..

    .até sempre Sérgio

  41. Bernardo Pinto

    Foi o nosso penultimo encontro tio, sei que quando for a minha vez vais tar la em cima a minha espera, nos dias dificeis vou rezar por ti e sentir o teu braço no meu ombro e ouvir-te. Nada vai ser igual sem ti mas com o tempo vou aprender a falar contigo sem te ouvir, desabafar e ficar a espera de resposta. Aqueles teus gozos:
    -Tem que vir ca tio ja tenho muitas saudades.
    -Assim que poder vou, com tantos mimos fazes-me um tio babado jejeje.
    A tua preocupação em todos os momentos, eu adoro-te tio, mais ainda, AMO-TE DO FUNDO DO CORAÇAO.
    Sentir o teu rosto frio e nao puder fazer nada ate me aperta o coraçao, queria encontrar uma forma de te trazer de volta mas nao da, nao consigo acreditar que aquela pessoa que tava sempre de bom humor agora esteja sempre com a mesma cara sem dizer nada para me alegrar.
    ATE JA TIO AMO-TE MUITO

  42. Fernanda Duarte

    Ate senpre sibrinho Sergio so hoje tive coragem para responder a tua despedida aqui nunca te esquecerei ficou muita coisa para dizer mas o inpprtante eu disse senpre gostei de ti nas horas dificeis e nas horas boas obrigado Sobrinho por tantos momentos juntos partiste muito cedo meu coracao ficou destrucado ate senpre um dia vamos encontrar nos ate la terei continuar o meu caminho e lembrar de tudo quanto juntos passamos os amigos que me deste a conhecer teus amigos sao meus amigos como eu disse no momento certo junto a ti beijinho SOBRINHO SERGIO ate senpre

  43. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filhote, não sei como vou viver sem ti. Como vou fazer sem te ter do outro lado do telefone a dizer \”gosto de ti\”. Foi a última coisa que dissemos um ao outro do dia 15/03 à noite.
    Meu querido e doce menino espero que estejas junto do teu Pai e que juntos me ajudem a ultrapassar esta dor enorme que tomou conta do minha alma e da minha vida. Amo-vos aos dois do fundo do coração e espero voltar a estar convosco para podermos todos ser felizes, outra vez.. Até sempre ou até já meu querido filho e nunca te esqueças que te adoro.

  44. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Este foi o nosso último passeio neste mundo. Espero fazer muitos mais quando nos voltarmos a encontrar. Não sei onde iremos, mas havemos de ir a sítios bonitos, como tu sempre gostaste. Foi e será sempre um orgulho ter sido tua mãe. Foste o melhor Filho do mundo. Obrigada meu querido e até já.

  45. Bernardo Pinto

    Tio, ja la vao quase dois meses, ando com uma coisa presa na garganta, aquela vontade de gritar bem alto que sinto tanto a tua falta. Noites a chorar agarrado a fotos e a coisas tuas. So te peço uma coisa olha por todos nos principalmente pelo lourenço que tambem sente imenso a tua falta, a leonor que te prometo que todos os dias vou tomar conta dela como tu fazias( pelo menos vou tentar) e pelo pai sff. Beijinhos para ti e para o avo, AMO-VOS aos dois <3

  46. Fernanda Duarte

    Descansa em paz estejas onde estiveres beijinho Sobrinho SERGIO
    ATE SENPRE

  47. Hugo Correia


    Quero homenagear-te, mas não consigo encontrar as palavras certas. Todas elas fogem e quando se juntam, não dão o verdadeiro sentido que gostaría de exprimir..Só quero tornar claro que tenho razão de sentir saudades. Saudades essas que são gigantes, tão grandes que não cabem no meu peito, escorrem-me pelos olhos ainda hoje.
    Antecipaste a hora.O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas.
    O teu sorriso, o teu olhar estão para sempre guardados na minha memória.
    Agora, a imensidão do céu azul é todo teu…RIP
    Sinto a tua falta..

    Sei chien 🙁

  48. Anabela Rodrigues

    Meu Querido k Deus te ilumine descansa em paz meu Anjo Adoro-te

  49. Bernardo Pinto


    tio porque? Opah volta fazes-me tanta falta, nao consigo acreditar ainda. Disseste que voltavas ca e nao voltas-te.
    Sabes passei para o 11º e faltas ca tu para me dar a motivaçao, e agora onde a arranjo?? vou ficar para a vida a dizer o quanto te amooo <3

  50. Bernardo Pinto

    Tio, mais uma vez tou a perder o rumo, tou a perder o meu caminho, tou a perder tudo. Agora percebo o quanto eras importante, o quanto faz a diferença sem ti, aquela tua voz inesquecivel, aquele teu abraço apertado que me davas sempre, aquele cheiro, aquele sentimento mutuo. Quero ir ter contigo o mais depressa possivel, quero estar contigo para a eternidade e sentir o calor do teu abraço a qualquer momento sem pedir. Sinto tanto a tua falta, aquele conselho que nao pedia e fazia toda a diferença, porra tou farto de tar sem ti volta

  51. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Essa história de que o tempo tudo cura não é de todo verdade. O tempo só ajuda a acentuar a saudade e a dor. E acredita, meu doce menino, magoa tanto, que faz doer tudo: a alma, o coração e até o corpo. Só espero que tenhas encontrado o teu pai e que ambos estejam bem e descansem em Paz. Amo-vos muito e sinto cada vez mais a vossa falta.. Até já, querido anjo do meu coração.

  52. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Finalmente tens a tua lápide, ainda falta a floreira ( e por isso ainda não tens as tuas flores). Tenho corrido todas as semanas para o cemitério à espera que ficasse tudo arranjado. Meu doce menino quando vi o teu nome escrito naquela pedra fria, parece que levei um murro no estômago. Até aqui, às vezes, parecia que tudo não passava de uma ilusão, um pesadelo, mas agora tornou-se ainda mais real e eu não consigo aceitar, não quero aceitar. É tão injusto. Não aguento as saudades, a dor é cada vez maior. Volta para mim e trás o teu pai contigo. Não consigo e não quero viver sem vocês. Amo-vos muito e, por isso, só posso dizer ATÉ JÁ.

  53. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filho, fazias hoje 34 anos, e, eu não te posso telefonar para te dar os Parabéns e desejar um Dia Feliz, como sempre fiz ao longo dos anos, desde que foste para Madrid.
    Como estás e estarás para sempre no meu coração, tenho de te prestar esta homenagem e desejar-te um Feliz Aniversário, onde quer que estejas, esperando que seja bem juntinho do teu pai.
    O meu mundo eram tu e ele. Esse mundo ruiu e deu lugar a outro, onde só existe tristeza, dor e uma saudade infinita.
    Meu doce e adorado menino, só te posso dizer que o meu amor por ti é eterno e, por isso, nunca morrerá. Descansa em paz, meu anjo e ATÉ JÁ.

  54. Ana Leonor Gaspar Pinto


    E assim passaram seis meses e eu não consigo, nem quero acreditar. Sinto tanto a tua falta. A minha tristeza e saudade é cada vez maior. O tempo não cura nada, não ajuda coisa nenhuma. Isso é tudo uma ilusão.
    Meu querido menino, continuarei a adorar-te para todo o sempre.
    Meu anjinho descansa em paz, junto com o teu pai e ATÉ JÁ.

  55. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Os meses vão passando e a dor não passa.A saudade e atristeza aumentam. Vêm aí o Natal e eu só queria esquecer que esses dias existem e acordar depois de tudo ter passado. Recordo nesta fotografia (1994) um Natal feliz, em que estavamos cá todos,, excepto o teu avó Teófilo. Que suadade, que nostalgia desses tempos felizes…. Agora não sobra nada. Está tudo escuro, não há luz no meu caminho. As minhas lanternas partiram e deixaram-me neste beco sem saída. Sinto-me sem rumo. Já quase nem consigo ir ao cemitério porque encarar com o teu nome e o do teu pai naquelas pedras fazem-me apetecer gritar e dizer bem alto: não quero esta realidade, não aceito a vossa ausência. É tão injusto. Porquê? Qual a razão de me terem de ter partido tão cedo?
    Meu querido e doce filho é tão difícil continuar sem te ter, sem te ouvir e saber que já não estás do outro lado da linha telefónica para me confortares por termos perdido o teu pai, de quem tanto gostávamos.
    E agora? O que faço? Só tu e ele me podem ajudar a seguir com a minha vida até que chegue a minha hora de me juntar a vocês.
    Adoro-vos para todo o sempre. O meu amor pelos dois é eterno e por isso nunca irá morrer. Como tal, só vos posso dizer : Descansem em paz junto um do outro e ATÉ JÁ.

  56. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E por fim aqui chegamos, àquela época de que tanto gostavas. É com uma tristeza e uma dor tão profundas que te desejo, meu anjo e ao teu pai, onde quer que estejam, UM FELIZ NATAL.
    A saudade é cada vez maior. Já nem tenho palavras para descrever aquilo que sinto. A única coisa que sei é que vos adoro e que me é muito difícil viver sem vos ter comigo. Por tudo isto, meu querido e doce menino, só te tenho a dizer que estão os dois, sempre e para todo o sempre no meu coração. ATÉ JÁ, meus anjos.

  57. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Finalmente acabaram as Festas. Embora não tenha festejado nada, foram muito dolorosos e tristes estes dias (mais ainda que todos os outros, pois não há nenhum que seja bom).
    Como já não tenho mais palavras para exprimir o que me vai na alma e no coração, acho que a imagem diz tudo…. e ATÉ JÁ.

  58. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E assim passou um ano. A falta que eu sinto da tua voz, do teu abraço forte e sincero, dos teus beijinhos meigos e carinhosos. A falta que eu sinto de tudo o que tu eras (e, sempre serás): o meu doce e querido filho.
    Como dói (mas tanto, tanto) sentir saudades…
    Sérgio, meu querido, descansa em paz, bem juntinho com o teu pai. ATÉ JÁ doce menino.

  59. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Faz hoje dois anos que o teu pai nos deixou e mal eu sabia que menos de um ano depois seria a tua vez. Peço-vos desculpa por quase não ir ao cemittério (fui lá ontem), mas cada vez que ali entro tenho de enfrentar a realidade e só me consigo lembrar dos dois piores momentos de toda a minha vida. Como não consigo aceitar a vossa partida não quero ver os vossos nomes ali escritos. Tenho vivido numa espécie de mundo imaginário em que tento pensar que voçês foram a um sítio qualquer mas que mais tarde ou mais cedo vão voltar para mim e, então, tudo fica bem. Acho que estou a perder o juízo, mas é a única forma de ir sobrevivendo. A saudade aumenta a cada dia que passa e cada vez doí mais, o tempo não ajuda nada, não cura coisa nenhuma. Pelo contrário, só aumenta a angústia e o desespero. A nossa casa está cheia de fotografias vossas para que vos possa ver a toda a hora, a todo o momento e recordar com cada vez mais amor as duas pessoas mais importantes da minha vida. Ver as vossas caras sorridentes é o único pequeno consolo desta minha vida sem rumo. Assim, me despeço por hoje com todo o meu amor que durará para sempre. ATÉ JÁ.

  60. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Aqui estou eu e provavelmente pela última vez (ou talvez não) a desejar-te um FELIZ ANIVERSÁRIO, estejas tu onde estiveres, meu querido e adorado menino. E não, não consigo ir ao cemitério. Hoje é impensável, não consigo suportar essa dor neste dia tão triste. Sei que nunca mais te vou poder abraçar desta forma e a saudade desses tempos torna-se a cada dia que passa cada vez mais insuportável. Não tenho palavras para descrever o que sinto e o que me vai na alma. ATÉ JÁ meu anjo.

  61. Hugo Correia

    A morte para muitos significa o fim de tudo, mas para os que perdem alguém único/especial é apenas o começo de uma saudade incontrolável uma alegria nas lembranças do passado.
    Hoje, como em muitos outros dias, fecho os olhos e vejo imagens de um ser humano espectacular, imagens essas que são tão acolhedoras, que me confortam sem precisar de ouvir/relembrar a sua VOZ… só no silêncio, nos meus retiros, no alto dos miradouros, no alto dos prédios, nas alturas, o mais perto do céu que consigo chegar, é ai, no silêncio que me lembro dela, juntamente do seu sorriso.
    A morte é tão cruel pelo que leva,como é cruel pelo que deixa, a ausência, a saudade, as lembranças, o vazio … e o pior é a pergunta – E SE?
    A maior tragédia da vida não é a morte, porque um dia iremos todos morrer. A maior tragédia, é não poder voltar atrás no tempo, é não poder reviver e aproveitar!
    Perder alguém que nos é especial, pode deixar-nos devastados, e pode mudar o rumo do caminho da nossa vida. E se mudou. Não foi a perda de uma amizade por uma discussão sem sentido, que se resolve com o tempo mas sim a morte física definitiva. Ninguém nos ensina como lidar com essa perda, ninguém nos fala sobre como devemos reagir, onde vamos buscar forças. A verdade é que quando perdemos quem nos é querido ligamos aos mais ínfimos pormenores, se dantes não ligávamos a pequenas discussões, quando perdemos essa pessoa pensamos: “perdi tanto tempo desnecessário com discussões sem importância e deveria ter dado o braço a torcer, ter mais paciência, e agora não posso”
    A saudade dos que partem, não é tanto pela distância ou pela ausência, mas porque um dia estiveram tão perto tão presente!
    Hoje assinala-se o dia em que toda a minha perspectiva de vida,de Deus, bem como a minha forma de estar/ser mudou completamente….
    Antecipaste a hora. O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas, contudo as saudades transformaram-se em lembranças .. boas lembranças!

    A imensidão do céu azul é todo teu, tenho a certeza!

  62. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Dois anos passaram. Só consigo sentir dor, tristeza e uma saudade imensa.
    Meu filhote do coração, amo-te muito e por isso te digo apenas ATÉ JÁ.

  63. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu doce menino tinha prometido a mim mesma que não voltaria aqui mas é véspera de Natal, aquele dia tão mágico para ti e, como tal, preciso de te desejar e ao teu pai (onde quer que estejam) um Feliz Natal. Para mim é dos dias mais tristes do ano porque tenho de o passar sem vos ter comigo. Uma imensa e infinita saudade, uma dor insuportável é aquilo que me vai no coração… foi nisto que se tornou o Natal e todos os dias da minha vida. Infelizmente tenho que continuar a viver até que chegue a minha hora. Amo-vos muito e para sempre e por isso meu querido filho só vos posso pedir que olhem por mim e me ajudem a levar tudo isto até ao fim. Até Já!

  64. olga loiola

    conheci o nosso \”velho\” Gaspar há muitos anos e fiquei perplexa com a sua morte.. não imaginava de todo que já tivesse partido..O filho Bernardo nunca conheci, mas a avaliar pelo Pai seria também uma grande Pessoa. Recordo muitas idas ao C.T do PCP onde passámos bonsmomentos de grande camaradagem.. bons tempos que não voltam.. recordo a Marília Champlon, o Trindade, o Carlos Antunes, o Fernando Champlon e filha Célia, o Malaquias, o Armando Carrapiço e tantos outros daquele tempo que não voltará mais. Só espero que Pai e Filho estejam em Paz no regaço de Deus.

Deixe a sua homenagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

64 Homenagens

  1. Até Sempre


    «Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar…
    Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim aprender a amar o que nos foi dado.
    Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre.»

  2. Ana leal

    Descansa em paz

  3. Nuno Lança

    Meus sentimentos.muita força.abraço

  4. Ana Roque

    Força, muita coragem.

  5. Ana Paula Amaral Pinto

    Força coragem

  6. Carmen Cordeiro

    Os meus sentimentos para a família.

  7. Cristina Sousa

    Muito jovem. SENtimentos e força para a familia

  8. Cristina Botelho


    Meu querido, quem vai ficar agora a aturar-me até ás 3 da manhã? Com quem é que eu vou rir? Chorar? A quem é que eu ligo quando quiser falar contigo… Levaram o meu menino assim sem mais nem menos, não é justo!!!! Não se faz isto a ninguém, não consigo, nem quero acreditar….

  9. João Matos

    Força para a família neste momento de dor

  10. Maria Violante Cesar Alvanel

    Os meus sinceros sentimentos.

  11. Millie Batista

    Os meus sentimentos. Beijinhos

  12. Alice Roque

    Força, muita coragem.

  13. Sandra Cadimas

    Força Amiguitos, ele estará sempre a olhar por vós.bjinho grande

  14. Lucilia Almeida

    Descansa e paz,

  15. Alice Viana

    Paz a sua alma

  16. Raquel


    sei que não vais ler isto, mas sabes ? eu hoje estou por tudo, sinto-me mal, mal ? mal é pouco .. oq vou fazer neste Verão ? com quem é que vou para a praia ou mesmo para a piscina ? com quem é que vou dar as melhores risadas ? com quem é que vou desabafar sempre que preciso ? com quem é que vou rir até não puder mais ? diz-me .. pois, esqueci-me levaram-te para um mundo onde não podes comunicar comigo não é ? diz-me .. porquê que teve de ser assim ? .. porquê que me deixas-te desta forma ? .. porquê que um dia mais tarde não te posso apresentar aos meus filhos/as ? .. porquê ? .. com quem é que vou fazer os melhores disparates ? \’\’ Raquel, levanta-te, anda-me ajudar \’\’ quem é que me vai dizer isso novamente ? .. pois claro que pode ser outra pessoa, mas contigo tudo era diferente, tudo era melhor, tudo tinha cor, e agora ? agora estou sem ti, pois, realmente deveria ter-te dado mais valor, realmente deveria ter evitado certas discussões, deveria ter-te abraçado mais, e ter-te dado mais mimos, mas doq vale isso agora ? agora só me resta lembranças .. lembranças das quais eu nunca me esquecerei, volta .. vamos voltar a construir castelos de areia, vamos voltar a rir juntos, deixa-me abraçar-te nem que seja pela última vez, deixa-me dar-te carinho, deixa-me dizer o quanto eu gosto de ti, o quanto és importante pra mim, porquê agora ? .. porquê que foste tu ? .. porquê caramba ? .. porquê ? .. como vai ser este Verão ? como vai ser o Verão sem ti ? .. sem o jogo das cartas pra ver quem é que pagava algo ? .. sem o teu riso ? .. sem os teus abraços ? .. sem o teu carinho ? .. porra .. isto está a custar imenso .. não te consigo dizer nada .. desculpa alguma coisa, mas sabes que tens sempre um espaço no meu coração, sabes perfeitamente o quanto gosto de ti, e o quanto me fazes falta, apesar de não o demonstrar, olha ? não te digo adeus, porque sei que é um até já, amo-te e guarda um lugar bem pertinho de ti, olha por mim ai de cima.

  17. Gracinda Neves

    R I P

  18. Esmeralda

    Os meus sentimentos

  19. Anabela Sousa

    Os meus pêsames força

  20. Ana Fernandes

    Os meus sentimentos

  21. Joao Paulo

    Os meus sentimentos…

  22. Paulo Duarte

    Os meus sentimentos

  23. Maria Lusiete

    Luz e paz

  24. Mafalda Pedreira

    Ficam as lembranças daquele a quem eu chamava de irmão, aquele que mesmo não entendendo respeitava as minhas decisões,aquele que apenas me dizia \”vive para seres feliz um dia\”,aquele em que em muitos 25 de Dezembro eu era a companhia numa curta viagem até ao autocarro, aquele em que fiz questão que os meus filhos o amassem,e agora deixas-me sem reação! Já não consigo cumprir aquilo que te prometi no passado sábado,ficaste sem conhecer a princesa! Como é que vou explicar a tua ausência ao Francisco e ao Rafael? Ainda está difícil de acreditar! Quando somos miúdos fazemos planos,temos sonhos e não me recordo de nenhum desses sonhos ficar sem ti tão cedo! Tantos abraços que ficaram por dar,risadas,… e agora?!? Sabes que preciso de ti! Ficamos com uma conversa inacabada! \”O mundo não é de justos\”,quantas e quantas vezes me dissestes isto,e só hoje consigo concordar contigo,não é justo passarmos por tanta coisa e quando aparenta que podemos viver felizes retiram, sem fazer qualquer sentido,pessoas que nos fazem falta! O céu sem sombra de dúvida ganhou mais uma estrela das grandes, quanto a mim perdi aquele que eu chamava de irmão, aquele que sempre que o recordar vai fazer-me sorrir,aquele que tinha um coração de ouro,aquele a quem a vida lhe pregou grandes partidas e nas quais venceu grandes batalhas! Vou recordar-te sempre com um enorme orgulho,como não gosto de despedidas não é um adeus mas sim um até já!

  25. Irene Borges

    A vida e assim ninguém esta a espera era um bom. Menino que deus o tanha

  26. José Carlos Bernardo


    De certeza que foi um dos muitos momentos felizes que passaram juntos,momentos esses que devem ser recordados com a mesma felicidade com que os viveram.

  27. Ana Costa

    Devia ter ficado mais tempo connosco. Muito mais tempo… Sentidos pesâmes à familia

  28. Maria Fernanda

    Partiste cedo demais… Descansa em paz Sérgio

  29. Luisa

    Ainda agora foste e já estou com saudades tuas. Amanhã vou despedir-me de ti e não me conformo….

  30. Silvia Freitas

    Obrigada por tudo. Sentimentos

  31. Sandra Cadimas

    Paz á sua Alma, sentidos pêsames a toda a familia, Força Amigos Rodolfo, Maria e Bernardo 🙁

  32. Florbela Pereira

    Os meus sentimentos e muita força. Bjs

  33. Verónica Monteiro

    Os meus sentimentos

  34. Bernardo Pinto


    Padrinho nem sem o que dizer sobre os nossos momentos, foste quem me deu todo o apoio obrigado por tudo, pelas risadas, pelos momentos em que nao sabia o que fazer e vinhas com os teus conselhos. Isto nao é um adeus mas sim um ate ja porque sei que estas sempre vivo no meu coraçao, ATE JA AMO-TE TIO <3

  35. Segovia

    Os meus sentimentos para a família.

  36. Cesaltina Tavares Fernandes

    Um adeus forçado a um amigo, colega e acima de tudo um raio de sol que entrou nas nossas vidas e precocemente nos deixou. As nossas mais sinceras condolências de toda a minha Família. Ciao Sergio

  37. victor lopes e paula cristina

    os meus pêsamos a toda a familia,paz a sua alma.

  38. Cátia Cariço

    Muita força a toda a familia.

  39. Artur Cunha e Sandrina Alves

    Os nossos sentimentos a toda a família. Muita força Rodolfo,Maria João e Bernardo.

  40. Luís Gaspar Pinto ..

    .até sempre Sérgio

  41. Bernardo Pinto

    Foi o nosso penultimo encontro tio, sei que quando for a minha vez vais tar la em cima a minha espera, nos dias dificeis vou rezar por ti e sentir o teu braço no meu ombro e ouvir-te. Nada vai ser igual sem ti mas com o tempo vou aprender a falar contigo sem te ouvir, desabafar e ficar a espera de resposta. Aqueles teus gozos:
    -Tem que vir ca tio ja tenho muitas saudades.
    -Assim que poder vou, com tantos mimos fazes-me um tio babado jejeje.
    A tua preocupação em todos os momentos, eu adoro-te tio, mais ainda, AMO-TE DO FUNDO DO CORAÇAO.
    Sentir o teu rosto frio e nao puder fazer nada ate me aperta o coraçao, queria encontrar uma forma de te trazer de volta mas nao da, nao consigo acreditar que aquela pessoa que tava sempre de bom humor agora esteja sempre com a mesma cara sem dizer nada para me alegrar.
    ATE JA TIO AMO-TE MUITO

  42. Fernanda Duarte

    Ate senpre sibrinho Sergio so hoje tive coragem para responder a tua despedida aqui nunca te esquecerei ficou muita coisa para dizer mas o inpprtante eu disse senpre gostei de ti nas horas dificeis e nas horas boas obrigado Sobrinho por tantos momentos juntos partiste muito cedo meu coracao ficou destrucado ate senpre um dia vamos encontrar nos ate la terei continuar o meu caminho e lembrar de tudo quanto juntos passamos os amigos que me deste a conhecer teus amigos sao meus amigos como eu disse no momento certo junto a ti beijinho SOBRINHO SERGIO ate senpre

  43. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filhote, não sei como vou viver sem ti. Como vou fazer sem te ter do outro lado do telefone a dizer \”gosto de ti\”. Foi a última coisa que dissemos um ao outro do dia 15/03 à noite.
    Meu querido e doce menino espero que estejas junto do teu Pai e que juntos me ajudem a ultrapassar esta dor enorme que tomou conta do minha alma e da minha vida. Amo-vos aos dois do fundo do coração e espero voltar a estar convosco para podermos todos ser felizes, outra vez.. Até sempre ou até já meu querido filho e nunca te esqueças que te adoro.

  44. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Este foi o nosso último passeio neste mundo. Espero fazer muitos mais quando nos voltarmos a encontrar. Não sei onde iremos, mas havemos de ir a sítios bonitos, como tu sempre gostaste. Foi e será sempre um orgulho ter sido tua mãe. Foste o melhor Filho do mundo. Obrigada meu querido e até já.

  45. Bernardo Pinto

    Tio, ja la vao quase dois meses, ando com uma coisa presa na garganta, aquela vontade de gritar bem alto que sinto tanto a tua falta. Noites a chorar agarrado a fotos e a coisas tuas. So te peço uma coisa olha por todos nos principalmente pelo lourenço que tambem sente imenso a tua falta, a leonor que te prometo que todos os dias vou tomar conta dela como tu fazias( pelo menos vou tentar) e pelo pai sff. Beijinhos para ti e para o avo, AMO-VOS aos dois <3

  46. Fernanda Duarte

    Descansa em paz estejas onde estiveres beijinho Sobrinho SERGIO
    ATE SENPRE

  47. Hugo Correia


    Quero homenagear-te, mas não consigo encontrar as palavras certas. Todas elas fogem e quando se juntam, não dão o verdadeiro sentido que gostaría de exprimir..Só quero tornar claro que tenho razão de sentir saudades. Saudades essas que são gigantes, tão grandes que não cabem no meu peito, escorrem-me pelos olhos ainda hoje.
    Antecipaste a hora.O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas.
    O teu sorriso, o teu olhar estão para sempre guardados na minha memória.
    Agora, a imensidão do céu azul é todo teu…RIP
    Sinto a tua falta..

    Sei chien 🙁

  48. Anabela Rodrigues

    Meu Querido k Deus te ilumine descansa em paz meu Anjo Adoro-te

  49. Bernardo Pinto


    tio porque? Opah volta fazes-me tanta falta, nao consigo acreditar ainda. Disseste que voltavas ca e nao voltas-te.
    Sabes passei para o 11º e faltas ca tu para me dar a motivaçao, e agora onde a arranjo?? vou ficar para a vida a dizer o quanto te amooo <3

  50. Bernardo Pinto

    Tio, mais uma vez tou a perder o rumo, tou a perder o meu caminho, tou a perder tudo. Agora percebo o quanto eras importante, o quanto faz a diferença sem ti, aquela tua voz inesquecivel, aquele teu abraço apertado que me davas sempre, aquele cheiro, aquele sentimento mutuo. Quero ir ter contigo o mais depressa possivel, quero estar contigo para a eternidade e sentir o calor do teu abraço a qualquer momento sem pedir. Sinto tanto a tua falta, aquele conselho que nao pedia e fazia toda a diferença, porra tou farto de tar sem ti volta

  51. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Essa história de que o tempo tudo cura não é de todo verdade. O tempo só ajuda a acentuar a saudade e a dor. E acredita, meu doce menino, magoa tanto, que faz doer tudo: a alma, o coração e até o corpo. Só espero que tenhas encontrado o teu pai e que ambos estejam bem e descansem em Paz. Amo-vos muito e sinto cada vez mais a vossa falta.. Até já, querido anjo do meu coração.

  52. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Finalmente tens a tua lápide, ainda falta a floreira ( e por isso ainda não tens as tuas flores). Tenho corrido todas as semanas para o cemitério à espera que ficasse tudo arranjado. Meu doce menino quando vi o teu nome escrito naquela pedra fria, parece que levei um murro no estômago. Até aqui, às vezes, parecia que tudo não passava de uma ilusão, um pesadelo, mas agora tornou-se ainda mais real e eu não consigo aceitar, não quero aceitar. É tão injusto. Não aguento as saudades, a dor é cada vez maior. Volta para mim e trás o teu pai contigo. Não consigo e não quero viver sem vocês. Amo-vos muito e, por isso, só posso dizer ATÉ JÁ.

  53. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filho, fazias hoje 34 anos, e, eu não te posso telefonar para te dar os Parabéns e desejar um Dia Feliz, como sempre fiz ao longo dos anos, desde que foste para Madrid.
    Como estás e estarás para sempre no meu coração, tenho de te prestar esta homenagem e desejar-te um Feliz Aniversário, onde quer que estejas, esperando que seja bem juntinho do teu pai.
    O meu mundo eram tu e ele. Esse mundo ruiu e deu lugar a outro, onde só existe tristeza, dor e uma saudade infinita.
    Meu doce e adorado menino, só te posso dizer que o meu amor por ti é eterno e, por isso, nunca morrerá. Descansa em paz, meu anjo e ATÉ JÁ.

  54. Ana Leonor Gaspar Pinto


    E assim passaram seis meses e eu não consigo, nem quero acreditar. Sinto tanto a tua falta. A minha tristeza e saudade é cada vez maior. O tempo não cura nada, não ajuda coisa nenhuma. Isso é tudo uma ilusão.
    Meu querido menino, continuarei a adorar-te para todo o sempre.
    Meu anjinho descansa em paz, junto com o teu pai e ATÉ JÁ.

  55. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Os meses vão passando e a dor não passa.A saudade e atristeza aumentam. Vêm aí o Natal e eu só queria esquecer que esses dias existem e acordar depois de tudo ter passado. Recordo nesta fotografia (1994) um Natal feliz, em que estavamos cá todos,, excepto o teu avó Teófilo. Que suadade, que nostalgia desses tempos felizes…. Agora não sobra nada. Está tudo escuro, não há luz no meu caminho. As minhas lanternas partiram e deixaram-me neste beco sem saída. Sinto-me sem rumo. Já quase nem consigo ir ao cemitério porque encarar com o teu nome e o do teu pai naquelas pedras fazem-me apetecer gritar e dizer bem alto: não quero esta realidade, não aceito a vossa ausência. É tão injusto. Porquê? Qual a razão de me terem de ter partido tão cedo?
    Meu querido e doce filho é tão difícil continuar sem te ter, sem te ouvir e saber que já não estás do outro lado da linha telefónica para me confortares por termos perdido o teu pai, de quem tanto gostávamos.
    E agora? O que faço? Só tu e ele me podem ajudar a seguir com a minha vida até que chegue a minha hora de me juntar a vocês.
    Adoro-vos para todo o sempre. O meu amor pelos dois é eterno e por isso nunca irá morrer. Como tal, só vos posso dizer : Descansem em paz junto um do outro e ATÉ JÁ.

  56. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E por fim aqui chegamos, àquela época de que tanto gostavas. É com uma tristeza e uma dor tão profundas que te desejo, meu anjo e ao teu pai, onde quer que estejam, UM FELIZ NATAL.
    A saudade é cada vez maior. Já nem tenho palavras para descrever aquilo que sinto. A única coisa que sei é que vos adoro e que me é muito difícil viver sem vos ter comigo. Por tudo isto, meu querido e doce menino, só te tenho a dizer que estão os dois, sempre e para todo o sempre no meu coração. ATÉ JÁ, meus anjos.

  57. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Finalmente acabaram as Festas. Embora não tenha festejado nada, foram muito dolorosos e tristes estes dias (mais ainda que todos os outros, pois não há nenhum que seja bom).
    Como já não tenho mais palavras para exprimir o que me vai na alma e no coração, acho que a imagem diz tudo…. e ATÉ JÁ.

  58. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E assim passou um ano. A falta que eu sinto da tua voz, do teu abraço forte e sincero, dos teus beijinhos meigos e carinhosos. A falta que eu sinto de tudo o que tu eras (e, sempre serás): o meu doce e querido filho.
    Como dói (mas tanto, tanto) sentir saudades…
    Sérgio, meu querido, descansa em paz, bem juntinho com o teu pai. ATÉ JÁ doce menino.

  59. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Faz hoje dois anos que o teu pai nos deixou e mal eu sabia que menos de um ano depois seria a tua vez. Peço-vos desculpa por quase não ir ao cemittério (fui lá ontem), mas cada vez que ali entro tenho de enfrentar a realidade e só me consigo lembrar dos dois piores momentos de toda a minha vida. Como não consigo aceitar a vossa partida não quero ver os vossos nomes ali escritos. Tenho vivido numa espécie de mundo imaginário em que tento pensar que voçês foram a um sítio qualquer mas que mais tarde ou mais cedo vão voltar para mim e, então, tudo fica bem. Acho que estou a perder o juízo, mas é a única forma de ir sobrevivendo. A saudade aumenta a cada dia que passa e cada vez doí mais, o tempo não ajuda nada, não cura coisa nenhuma. Pelo contrário, só aumenta a angústia e o desespero. A nossa casa está cheia de fotografias vossas para que vos possa ver a toda a hora, a todo o momento e recordar com cada vez mais amor as duas pessoas mais importantes da minha vida. Ver as vossas caras sorridentes é o único pequeno consolo desta minha vida sem rumo. Assim, me despeço por hoje com todo o meu amor que durará para sempre. ATÉ JÁ.

  60. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Aqui estou eu e provavelmente pela última vez (ou talvez não) a desejar-te um FELIZ ANIVERSÁRIO, estejas tu onde estiveres, meu querido e adorado menino. E não, não consigo ir ao cemitério. Hoje é impensável, não consigo suportar essa dor neste dia tão triste. Sei que nunca mais te vou poder abraçar desta forma e a saudade desses tempos torna-se a cada dia que passa cada vez mais insuportável. Não tenho palavras para descrever o que sinto e o que me vai na alma. ATÉ JÁ meu anjo.

  61. Hugo Correia

    A morte para muitos significa o fim de tudo, mas para os que perdem alguém único/especial é apenas o começo de uma saudade incontrolável uma alegria nas lembranças do passado.
    Hoje, como em muitos outros dias, fecho os olhos e vejo imagens de um ser humano espectacular, imagens essas que são tão acolhedoras, que me confortam sem precisar de ouvir/relembrar a sua VOZ… só no silêncio, nos meus retiros, no alto dos miradouros, no alto dos prédios, nas alturas, o mais perto do céu que consigo chegar, é ai, no silêncio que me lembro dela, juntamente do seu sorriso.
    A morte é tão cruel pelo que leva,como é cruel pelo que deixa, a ausência, a saudade, as lembranças, o vazio … e o pior é a pergunta – E SE?
    A maior tragédia da vida não é a morte, porque um dia iremos todos morrer. A maior tragédia, é não poder voltar atrás no tempo, é não poder reviver e aproveitar!
    Perder alguém que nos é especial, pode deixar-nos devastados, e pode mudar o rumo do caminho da nossa vida. E se mudou. Não foi a perda de uma amizade por uma discussão sem sentido, que se resolve com o tempo mas sim a morte física definitiva. Ninguém nos ensina como lidar com essa perda, ninguém nos fala sobre como devemos reagir, onde vamos buscar forças. A verdade é que quando perdemos quem nos é querido ligamos aos mais ínfimos pormenores, se dantes não ligávamos a pequenas discussões, quando perdemos essa pessoa pensamos: “perdi tanto tempo desnecessário com discussões sem importância e deveria ter dado o braço a torcer, ter mais paciência, e agora não posso”
    A saudade dos que partem, não é tanto pela distância ou pela ausência, mas porque um dia estiveram tão perto tão presente!
    Hoje assinala-se o dia em que toda a minha perspectiva de vida,de Deus, bem como a minha forma de estar/ser mudou completamente….
    Antecipaste a hora. O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas, contudo as saudades transformaram-se em lembranças .. boas lembranças!

    A imensidão do céu azul é todo teu, tenho a certeza!

  62. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Dois anos passaram. Só consigo sentir dor, tristeza e uma saudade imensa.
    Meu filhote do coração, amo-te muito e por isso te digo apenas ATÉ JÁ.

  63. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu doce menino tinha prometido a mim mesma que não voltaria aqui mas é véspera de Natal, aquele dia tão mágico para ti e, como tal, preciso de te desejar e ao teu pai (onde quer que estejam) um Feliz Natal. Para mim é dos dias mais tristes do ano porque tenho de o passar sem vos ter comigo. Uma imensa e infinita saudade, uma dor insuportável é aquilo que me vai no coração… foi nisto que se tornou o Natal e todos os dias da minha vida. Infelizmente tenho que continuar a viver até que chegue a minha hora. Amo-vos muito e para sempre e por isso meu querido filho só vos posso pedir que olhem por mim e me ajudem a levar tudo isto até ao fim. Até Já!

  64. olga loiola

    conheci o nosso \”velho\” Gaspar há muitos anos e fiquei perplexa com a sua morte.. não imaginava de todo que já tivesse partido..O filho Bernardo nunca conheci, mas a avaliar pelo Pai seria também uma grande Pessoa. Recordo muitas idas ao C.T do PCP onde passámos bonsmomentos de grande camaradagem.. bons tempos que não voltam.. recordo a Marília Champlon, o Trindade, o Carlos Antunes, o Fernando Champlon e filha Célia, o Malaquias, o Armando Carrapiço e tantos outros daquele tempo que não voltará mais. Só espero que Pai e Filho estejam em Paz no regaço de Deus.

Deixe a sua homenagem

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

64 Homenagens

  1. Até Sempre


    «Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar…
    Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim aprender a amar o que nos foi dado.
    Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre.»

  2. Ana leal

    Descansa em paz

  3. Nuno Lança

    Meus sentimentos.muita força.abraço

  4. Ana Roque

    Força, muita coragem.

  5. Ana Paula Amaral Pinto

    Força coragem

  6. Carmen Cordeiro

    Os meus sentimentos para a família.

  7. Cristina Sousa

    Muito jovem. SENtimentos e força para a familia

  8. Cristina Botelho


    Meu querido, quem vai ficar agora a aturar-me até ás 3 da manhã? Com quem é que eu vou rir? Chorar? A quem é que eu ligo quando quiser falar contigo… Levaram o meu menino assim sem mais nem menos, não é justo!!!! Não se faz isto a ninguém, não consigo, nem quero acreditar….

  9. João Matos

    Força para a família neste momento de dor

  10. Maria Violante Cesar Alvanel

    Os meus sinceros sentimentos.

  11. Millie Batista

    Os meus sentimentos. Beijinhos

  12. Alice Roque

    Força, muita coragem.

  13. Sandra Cadimas

    Força Amiguitos, ele estará sempre a olhar por vós.bjinho grande

  14. Lucilia Almeida

    Descansa e paz,

  15. Alice Viana

    Paz a sua alma

  16. Raquel


    sei que não vais ler isto, mas sabes ? eu hoje estou por tudo, sinto-me mal, mal ? mal é pouco .. oq vou fazer neste Verão ? com quem é que vou para a praia ou mesmo para a piscina ? com quem é que vou dar as melhores risadas ? com quem é que vou desabafar sempre que preciso ? com quem é que vou rir até não puder mais ? diz-me .. pois, esqueci-me levaram-te para um mundo onde não podes comunicar comigo não é ? diz-me .. porquê que teve de ser assim ? .. porquê que me deixas-te desta forma ? .. porquê que um dia mais tarde não te posso apresentar aos meus filhos/as ? .. porquê ? .. com quem é que vou fazer os melhores disparates ? \’\’ Raquel, levanta-te, anda-me ajudar \’\’ quem é que me vai dizer isso novamente ? .. pois claro que pode ser outra pessoa, mas contigo tudo era diferente, tudo era melhor, tudo tinha cor, e agora ? agora estou sem ti, pois, realmente deveria ter-te dado mais valor, realmente deveria ter evitado certas discussões, deveria ter-te abraçado mais, e ter-te dado mais mimos, mas doq vale isso agora ? agora só me resta lembranças .. lembranças das quais eu nunca me esquecerei, volta .. vamos voltar a construir castelos de areia, vamos voltar a rir juntos, deixa-me abraçar-te nem que seja pela última vez, deixa-me dar-te carinho, deixa-me dizer o quanto eu gosto de ti, o quanto és importante pra mim, porquê agora ? .. porquê que foste tu ? .. porquê caramba ? .. porquê ? .. como vai ser este Verão ? como vai ser o Verão sem ti ? .. sem o jogo das cartas pra ver quem é que pagava algo ? .. sem o teu riso ? .. sem os teus abraços ? .. sem o teu carinho ? .. porra .. isto está a custar imenso .. não te consigo dizer nada .. desculpa alguma coisa, mas sabes que tens sempre um espaço no meu coração, sabes perfeitamente o quanto gosto de ti, e o quanto me fazes falta, apesar de não o demonstrar, olha ? não te digo adeus, porque sei que é um até já, amo-te e guarda um lugar bem pertinho de ti, olha por mim ai de cima.

  17. Gracinda Neves

    R I P

  18. Esmeralda

    Os meus sentimentos

  19. Anabela Sousa

    Os meus pêsames força

  20. Ana Fernandes

    Os meus sentimentos

  21. Joao Paulo

    Os meus sentimentos…

  22. Paulo Duarte

    Os meus sentimentos

  23. Maria Lusiete

    Luz e paz

  24. Mafalda Pedreira

    Ficam as lembranças daquele a quem eu chamava de irmão, aquele que mesmo não entendendo respeitava as minhas decisões,aquele que apenas me dizia \”vive para seres feliz um dia\”,aquele em que em muitos 25 de Dezembro eu era a companhia numa curta viagem até ao autocarro, aquele em que fiz questão que os meus filhos o amassem,e agora deixas-me sem reação! Já não consigo cumprir aquilo que te prometi no passado sábado,ficaste sem conhecer a princesa! Como é que vou explicar a tua ausência ao Francisco e ao Rafael? Ainda está difícil de acreditar! Quando somos miúdos fazemos planos,temos sonhos e não me recordo de nenhum desses sonhos ficar sem ti tão cedo! Tantos abraços que ficaram por dar,risadas,… e agora?!? Sabes que preciso de ti! Ficamos com uma conversa inacabada! \”O mundo não é de justos\”,quantas e quantas vezes me dissestes isto,e só hoje consigo concordar contigo,não é justo passarmos por tanta coisa e quando aparenta que podemos viver felizes retiram, sem fazer qualquer sentido,pessoas que nos fazem falta! O céu sem sombra de dúvida ganhou mais uma estrela das grandes, quanto a mim perdi aquele que eu chamava de irmão, aquele que sempre que o recordar vai fazer-me sorrir,aquele que tinha um coração de ouro,aquele a quem a vida lhe pregou grandes partidas e nas quais venceu grandes batalhas! Vou recordar-te sempre com um enorme orgulho,como não gosto de despedidas não é um adeus mas sim um até já!

  25. Irene Borges

    A vida e assim ninguém esta a espera era um bom. Menino que deus o tanha

  26. José Carlos Bernardo


    De certeza que foi um dos muitos momentos felizes que passaram juntos,momentos esses que devem ser recordados com a mesma felicidade com que os viveram.

  27. Ana Costa

    Devia ter ficado mais tempo connosco. Muito mais tempo… Sentidos pesâmes à familia

  28. Maria Fernanda

    Partiste cedo demais… Descansa em paz Sérgio

  29. Luisa

    Ainda agora foste e já estou com saudades tuas. Amanhã vou despedir-me de ti e não me conformo….

  30. Silvia Freitas

    Obrigada por tudo. Sentimentos

  31. Sandra Cadimas

    Paz á sua Alma, sentidos pêsames a toda a familia, Força Amigos Rodolfo, Maria e Bernardo 🙁

  32. Florbela Pereira

    Os meus sentimentos e muita força. Bjs

  33. Verónica Monteiro

    Os meus sentimentos

  34. Bernardo Pinto


    Padrinho nem sem o que dizer sobre os nossos momentos, foste quem me deu todo o apoio obrigado por tudo, pelas risadas, pelos momentos em que nao sabia o que fazer e vinhas com os teus conselhos. Isto nao é um adeus mas sim um ate ja porque sei que estas sempre vivo no meu coraçao, ATE JA AMO-TE TIO <3

  35. Segovia

    Os meus sentimentos para a família.

  36. Cesaltina Tavares Fernandes

    Um adeus forçado a um amigo, colega e acima de tudo um raio de sol que entrou nas nossas vidas e precocemente nos deixou. As nossas mais sinceras condolências de toda a minha Família. Ciao Sergio

  37. victor lopes e paula cristina

    os meus pêsamos a toda a familia,paz a sua alma.

  38. Cátia Cariço

    Muita força a toda a familia.

  39. Artur Cunha e Sandrina Alves

    Os nossos sentimentos a toda a família. Muita força Rodolfo,Maria João e Bernardo.

  40. Luís Gaspar Pinto ..

    .até sempre Sérgio

  41. Bernardo Pinto

    Foi o nosso penultimo encontro tio, sei que quando for a minha vez vais tar la em cima a minha espera, nos dias dificeis vou rezar por ti e sentir o teu braço no meu ombro e ouvir-te. Nada vai ser igual sem ti mas com o tempo vou aprender a falar contigo sem te ouvir, desabafar e ficar a espera de resposta. Aqueles teus gozos:
    -Tem que vir ca tio ja tenho muitas saudades.
    -Assim que poder vou, com tantos mimos fazes-me um tio babado jejeje.
    A tua preocupação em todos os momentos, eu adoro-te tio, mais ainda, AMO-TE DO FUNDO DO CORAÇAO.
    Sentir o teu rosto frio e nao puder fazer nada ate me aperta o coraçao, queria encontrar uma forma de te trazer de volta mas nao da, nao consigo acreditar que aquela pessoa que tava sempre de bom humor agora esteja sempre com a mesma cara sem dizer nada para me alegrar.
    ATE JA TIO AMO-TE MUITO

  42. Fernanda Duarte

    Ate senpre sibrinho Sergio so hoje tive coragem para responder a tua despedida aqui nunca te esquecerei ficou muita coisa para dizer mas o inpprtante eu disse senpre gostei de ti nas horas dificeis e nas horas boas obrigado Sobrinho por tantos momentos juntos partiste muito cedo meu coracao ficou destrucado ate senpre um dia vamos encontrar nos ate la terei continuar o meu caminho e lembrar de tudo quanto juntos passamos os amigos que me deste a conhecer teus amigos sao meus amigos como eu disse no momento certo junto a ti beijinho SOBRINHO SERGIO ate senpre

  43. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filhote, não sei como vou viver sem ti. Como vou fazer sem te ter do outro lado do telefone a dizer \”gosto de ti\”. Foi a última coisa que dissemos um ao outro do dia 15/03 à noite.
    Meu querido e doce menino espero que estejas junto do teu Pai e que juntos me ajudem a ultrapassar esta dor enorme que tomou conta do minha alma e da minha vida. Amo-vos aos dois do fundo do coração e espero voltar a estar convosco para podermos todos ser felizes, outra vez.. Até sempre ou até já meu querido filho e nunca te esqueças que te adoro.

  44. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Este foi o nosso último passeio neste mundo. Espero fazer muitos mais quando nos voltarmos a encontrar. Não sei onde iremos, mas havemos de ir a sítios bonitos, como tu sempre gostaste. Foi e será sempre um orgulho ter sido tua mãe. Foste o melhor Filho do mundo. Obrigada meu querido e até já.

  45. Bernardo Pinto

    Tio, ja la vao quase dois meses, ando com uma coisa presa na garganta, aquela vontade de gritar bem alto que sinto tanto a tua falta. Noites a chorar agarrado a fotos e a coisas tuas. So te peço uma coisa olha por todos nos principalmente pelo lourenço que tambem sente imenso a tua falta, a leonor que te prometo que todos os dias vou tomar conta dela como tu fazias( pelo menos vou tentar) e pelo pai sff. Beijinhos para ti e para o avo, AMO-VOS aos dois <3

  46. Fernanda Duarte

    Descansa em paz estejas onde estiveres beijinho Sobrinho SERGIO
    ATE SENPRE

  47. Hugo Correia


    Quero homenagear-te, mas não consigo encontrar as palavras certas. Todas elas fogem e quando se juntam, não dão o verdadeiro sentido que gostaría de exprimir..Só quero tornar claro que tenho razão de sentir saudades. Saudades essas que são gigantes, tão grandes que não cabem no meu peito, escorrem-me pelos olhos ainda hoje.
    Antecipaste a hora.O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas.
    O teu sorriso, o teu olhar estão para sempre guardados na minha memória.
    Agora, a imensidão do céu azul é todo teu…RIP
    Sinto a tua falta..

    Sei chien 🙁

  48. Anabela Rodrigues

    Meu Querido k Deus te ilumine descansa em paz meu Anjo Adoro-te

  49. Bernardo Pinto


    tio porque? Opah volta fazes-me tanta falta, nao consigo acreditar ainda. Disseste que voltavas ca e nao voltas-te.
    Sabes passei para o 11º e faltas ca tu para me dar a motivaçao, e agora onde a arranjo?? vou ficar para a vida a dizer o quanto te amooo <3

  50. Bernardo Pinto

    Tio, mais uma vez tou a perder o rumo, tou a perder o meu caminho, tou a perder tudo. Agora percebo o quanto eras importante, o quanto faz a diferença sem ti, aquela tua voz inesquecivel, aquele teu abraço apertado que me davas sempre, aquele cheiro, aquele sentimento mutuo. Quero ir ter contigo o mais depressa possivel, quero estar contigo para a eternidade e sentir o calor do teu abraço a qualquer momento sem pedir. Sinto tanto a tua falta, aquele conselho que nao pedia e fazia toda a diferença, porra tou farto de tar sem ti volta

  51. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Essa história de que o tempo tudo cura não é de todo verdade. O tempo só ajuda a acentuar a saudade e a dor. E acredita, meu doce menino, magoa tanto, que faz doer tudo: a alma, o coração e até o corpo. Só espero que tenhas encontrado o teu pai e que ambos estejam bem e descansem em Paz. Amo-vos muito e sinto cada vez mais a vossa falta.. Até já, querido anjo do meu coração.

  52. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Finalmente tens a tua lápide, ainda falta a floreira ( e por isso ainda não tens as tuas flores). Tenho corrido todas as semanas para o cemitério à espera que ficasse tudo arranjado. Meu doce menino quando vi o teu nome escrito naquela pedra fria, parece que levei um murro no estômago. Até aqui, às vezes, parecia que tudo não passava de uma ilusão, um pesadelo, mas agora tornou-se ainda mais real e eu não consigo aceitar, não quero aceitar. É tão injusto. Não aguento as saudades, a dor é cada vez maior. Volta para mim e trás o teu pai contigo. Não consigo e não quero viver sem vocês. Amo-vos muito e, por isso, só posso dizer ATÉ JÁ.

  53. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu querido filho, fazias hoje 34 anos, e, eu não te posso telefonar para te dar os Parabéns e desejar um Dia Feliz, como sempre fiz ao longo dos anos, desde que foste para Madrid.
    Como estás e estarás para sempre no meu coração, tenho de te prestar esta homenagem e desejar-te um Feliz Aniversário, onde quer que estejas, esperando que seja bem juntinho do teu pai.
    O meu mundo eram tu e ele. Esse mundo ruiu e deu lugar a outro, onde só existe tristeza, dor e uma saudade infinita.
    Meu doce e adorado menino, só te posso dizer que o meu amor por ti é eterno e, por isso, nunca morrerá. Descansa em paz, meu anjo e ATÉ JÁ.

  54. Ana Leonor Gaspar Pinto


    E assim passaram seis meses e eu não consigo, nem quero acreditar. Sinto tanto a tua falta. A minha tristeza e saudade é cada vez maior. O tempo não cura nada, não ajuda coisa nenhuma. Isso é tudo uma ilusão.
    Meu querido menino, continuarei a adorar-te para todo o sempre.
    Meu anjinho descansa em paz, junto com o teu pai e ATÉ JÁ.

  55. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Os meses vão passando e a dor não passa.A saudade e atristeza aumentam. Vêm aí o Natal e eu só queria esquecer que esses dias existem e acordar depois de tudo ter passado. Recordo nesta fotografia (1994) um Natal feliz, em que estavamos cá todos,, excepto o teu avó Teófilo. Que suadade, que nostalgia desses tempos felizes…. Agora não sobra nada. Está tudo escuro, não há luz no meu caminho. As minhas lanternas partiram e deixaram-me neste beco sem saída. Sinto-me sem rumo. Já quase nem consigo ir ao cemitério porque encarar com o teu nome e o do teu pai naquelas pedras fazem-me apetecer gritar e dizer bem alto: não quero esta realidade, não aceito a vossa ausência. É tão injusto. Porquê? Qual a razão de me terem de ter partido tão cedo?
    Meu querido e doce filho é tão difícil continuar sem te ter, sem te ouvir e saber que já não estás do outro lado da linha telefónica para me confortares por termos perdido o teu pai, de quem tanto gostávamos.
    E agora? O que faço? Só tu e ele me podem ajudar a seguir com a minha vida até que chegue a minha hora de me juntar a vocês.
    Adoro-vos para todo o sempre. O meu amor pelos dois é eterno e por isso nunca irá morrer. Como tal, só vos posso dizer : Descansem em paz junto um do outro e ATÉ JÁ.

  56. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E por fim aqui chegamos, àquela época de que tanto gostavas. É com uma tristeza e uma dor tão profundas que te desejo, meu anjo e ao teu pai, onde quer que estejam, UM FELIZ NATAL.
    A saudade é cada vez maior. Já nem tenho palavras para descrever aquilo que sinto. A única coisa que sei é que vos adoro e que me é muito difícil viver sem vos ter comigo. Por tudo isto, meu querido e doce menino, só te tenho a dizer que estão os dois, sempre e para todo o sempre no meu coração. ATÉ JÁ, meus anjos.

  57. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Finalmente acabaram as Festas. Embora não tenha festejado nada, foram muito dolorosos e tristes estes dias (mais ainda que todos os outros, pois não há nenhum que seja bom).
    Como já não tenho mais palavras para exprimir o que me vai na alma e no coração, acho que a imagem diz tudo…. e ATÉ JÁ.

  58. Ana Leonor Gaspar Pinto

    E assim passou um ano. A falta que eu sinto da tua voz, do teu abraço forte e sincero, dos teus beijinhos meigos e carinhosos. A falta que eu sinto de tudo o que tu eras (e, sempre serás): o meu doce e querido filho.
    Como dói (mas tanto, tanto) sentir saudades…
    Sérgio, meu querido, descansa em paz, bem juntinho com o teu pai. ATÉ JÁ doce menino.

  59. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Faz hoje dois anos que o teu pai nos deixou e mal eu sabia que menos de um ano depois seria a tua vez. Peço-vos desculpa por quase não ir ao cemittério (fui lá ontem), mas cada vez que ali entro tenho de enfrentar a realidade e só me consigo lembrar dos dois piores momentos de toda a minha vida. Como não consigo aceitar a vossa partida não quero ver os vossos nomes ali escritos. Tenho vivido numa espécie de mundo imaginário em que tento pensar que voçês foram a um sítio qualquer mas que mais tarde ou mais cedo vão voltar para mim e, então, tudo fica bem. Acho que estou a perder o juízo, mas é a única forma de ir sobrevivendo. A saudade aumenta a cada dia que passa e cada vez doí mais, o tempo não ajuda nada, não cura coisa nenhuma. Pelo contrário, só aumenta a angústia e o desespero. A nossa casa está cheia de fotografias vossas para que vos possa ver a toda a hora, a todo o momento e recordar com cada vez mais amor as duas pessoas mais importantes da minha vida. Ver as vossas caras sorridentes é o único pequeno consolo desta minha vida sem rumo. Assim, me despeço por hoje com todo o meu amor que durará para sempre. ATÉ JÁ.

  60. Ana Leonor Gaspar Pinto


    Aqui estou eu e provavelmente pela última vez (ou talvez não) a desejar-te um FELIZ ANIVERSÁRIO, estejas tu onde estiveres, meu querido e adorado menino. E não, não consigo ir ao cemitério. Hoje é impensável, não consigo suportar essa dor neste dia tão triste. Sei que nunca mais te vou poder abraçar desta forma e a saudade desses tempos torna-se a cada dia que passa cada vez mais insuportável. Não tenho palavras para descrever o que sinto e o que me vai na alma. ATÉ JÁ meu anjo.

  61. Hugo Correia

    A morte para muitos significa o fim de tudo, mas para os que perdem alguém único/especial é apenas o começo de uma saudade incontrolável uma alegria nas lembranças do passado.
    Hoje, como em muitos outros dias, fecho os olhos e vejo imagens de um ser humano espectacular, imagens essas que são tão acolhedoras, que me confortam sem precisar de ouvir/relembrar a sua VOZ… só no silêncio, nos meus retiros, no alto dos miradouros, no alto dos prédios, nas alturas, o mais perto do céu que consigo chegar, é ai, no silêncio que me lembro dela, juntamente do seu sorriso.
    A morte é tão cruel pelo que leva,como é cruel pelo que deixa, a ausência, a saudade, as lembranças, o vazio … e o pior é a pergunta – E SE?
    A maior tragédia da vida não é a morte, porque um dia iremos todos morrer. A maior tragédia, é não poder voltar atrás no tempo, é não poder reviver e aproveitar!
    Perder alguém que nos é especial, pode deixar-nos devastados, e pode mudar o rumo do caminho da nossa vida. E se mudou. Não foi a perda de uma amizade por uma discussão sem sentido, que se resolve com o tempo mas sim a morte física definitiva. Ninguém nos ensina como lidar com essa perda, ninguém nos fala sobre como devemos reagir, onde vamos buscar forças. A verdade é que quando perdemos quem nos é querido ligamos aos mais ínfimos pormenores, se dantes não ligávamos a pequenas discussões, quando perdemos essa pessoa pensamos: “perdi tanto tempo desnecessário com discussões sem importância e deveria ter dado o braço a torcer, ter mais paciência, e agora não posso”
    A saudade dos que partem, não é tanto pela distância ou pela ausência, mas porque um dia estiveram tão perto tão presente!
    Hoje assinala-se o dia em que toda a minha perspectiva de vida,de Deus, bem como a minha forma de estar/ser mudou completamente….
    Antecipaste a hora. O teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo as minhas horas, contudo as saudades transformaram-se em lembranças .. boas lembranças!

    A imensidão do céu azul é todo teu, tenho a certeza!

  62. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Dois anos passaram. Só consigo sentir dor, tristeza e uma saudade imensa.
    Meu filhote do coração, amo-te muito e por isso te digo apenas ATÉ JÁ.

  63. Ana Leonor Gaspar Pinto

    Meu doce menino tinha prometido a mim mesma que não voltaria aqui mas é véspera de Natal, aquele dia tão mágico para ti e, como tal, preciso de te desejar e ao teu pai (onde quer que estejam) um Feliz Natal. Para mim é dos dias mais tristes do ano porque tenho de o passar sem vos ter comigo. Uma imensa e infinita saudade, uma dor insuportável é aquilo que me vai no coração… foi nisto que se tornou o Natal e todos os dias da minha vida. Infelizmente tenho que continuar a viver até que chegue a minha hora. Amo-vos muito e para sempre e por isso meu querido filho só vos posso pedir que olhem por mim e me ajudem a levar tudo isto até ao fim. Até Já!

  64. olga loiola

    conheci o nosso \”velho\” Gaspar há muitos anos e fiquei perplexa com a sua morte.. não imaginava de todo que já tivesse partido..O filho Bernardo nunca conheci, mas a avaliar pelo Pai seria também uma grande Pessoa. Recordo muitas idas ao C.T do PCP onde passámos bonsmomentos de grande camaradagem.. bons tempos que não voltam.. recordo a Marília Champlon, o Trindade, o Carlos Antunes, o Fernando Champlon e filha Célia, o Malaquias, o Armando Carrapiço e tantos outros daquele tempo que não voltará mais. Só espero que Pai e Filho estejam em Paz no regaço de Deus.